Jacinto de Cesareia

Da wiki OrthodoxWiki
Ir para: navegação, pesquisa

O Santo Mártir Jacinto de Cesareia e seus companheiros (m. 108) são mártires comemorados pela Igreja no dia 3 de julho.

Vida

Nos tempos do Imperador Trajano (98–117), havia um menino chamado Jacinto, vindo de uma família cristã de Cesareia na Capadócia. Desconhecendo que Jacinto era cristão, o imperador ordenou-o seu cubiculário (camareiro). Certo dia, enquanto o imperador e seu cortejo ofereciam sacrifícios aos ídolos, o jovem trancou-se numa pequena sala e começou a orar fervorosamente ao Senhor Jesus Cristo. Nisso, um dos servos o ouviu orar e logo relatou ao imperador que, embora Jacinto havia sido confiado a uma posição imperial, ele não estava honrando os deuses romanos, mas sim orando a Cristo.

Jacinto foi levado a julgamento perante o próprio Trajano, que tentou persuadi-lo a negar a Cristo e oferecer sacrifícios aos ídolos, mas o santo garoto permaneceu firme e proclamou que era cristão. Ele foi chicoteado e preso, onde a única comida dada a ele era a já oferecida aos ídolos. Esperava-se que ele fosse vencido pela fome e sede e comesse. São Jacinto negou-se a comer a comida, e morreu após trinta e oito dias. Quando os torturadores entraram em sua cela, encontraram seu corpo morto. Um dos carcereiros viu ainda dois anjos na cela — um vestia o santo mártir com suas próprias vestes, o outro coroava-o com a coroa da glória.

Jacinto sofreu por Cristo aos 12 anos de idade no ano de 108, em Roma. Mais tarde, suas relíquias foram transferidas para Cesareia. Os santos Diomedes, Eulâmpio, Asclepiodoto e Golinduc também sofreram com São Jacinto.

Hinos

Tropários

(Cantado pela Paróquia Antioquina da Anunciação de São Paulo; em tom 4)

Teu mártir Jacinto,
em sua luta por Ti, Senhor,
de Ti recebeu a coroa eterna.
Recebendo forças de Ti, ó nosso Deus,
derrotou os tiranos,
e destruiu a pretensão impotente dos demônios.
Por sua intercessão,
ó Cristo Deus,
salva nossas almas.

Ligações externas