Gregório Palamas

Da wiki OrthodoxWiki
Ir para: navegação, pesquisa
São Gregório Palamas

São Gregório Palamas (1296-1359), Arcebispo de Tessalônica, foi um monge do Monte Athos na Grécia, e mais tarde tornou-se Arcebispo de Tessalônica. Ele foi um preeminente teólogo e defensor da teologia hesicástica. Sua memória é celebrada em 14 de novembro e o segundo domingo da Grande Quaresma é o Domingo de São Gregório Palamas.

Vida

Gregório nasceu em 1296, na Ásia Menor, e sua família, fugindo dos turcos, passou a viver na corte dos Paleólogos. Com a morte de seu pai, foi criado com atenção pelo Imperador Andronikos II, e em 1316 assumiu a tonsura monástica no Monte Athos, tornando-se discípulo de São Nicodemos do mosteiro de Vatopedi. Foi discípulo também do ancião Nicephoros por oito anos, e do monge Athanasius, do mosteiro Lauras. Em 1326 foi feito sacerdote em Tessalônica, e combinou uma vida de ermitão durante a semana com seus deveres sacerdotais e pastorais. Com a chegada de Barlaão e suas investidas contra o hesicasmo, São Gregório escreveu "As Tríadas", estabelecendo o discurso teológico apropriado à oração do coração e à praxis monástica que era marca da Ortodoxia desde os Padres do Deserto. Sua teologia foi aprovada por um Concílio Ecumênico, que considerou o escolasticismo de Barlaão como herético. São Gregório Palamas foi também Arcebispo de Tessalônica e enfrentou diversas perseguições na corte de Constantinopla, sendo, inclusive, capturado por turcos. Adentrou o Reino dos Céus em 1359.

Catedral de São Gregório Palamas, Tessalônica, Grécia, onde as relíquias do santo estão consagradas

Links externos

Fontes