Apóstolo Timóteo

Da wiki OrthodoxWiki
Ir para: navegação, pesquisa
O Santo Apóstolo Timóteo.

O santo Apóstolo Timóteo (17–97[?]) era natural da cidade de Listra, na Ásia Menor. São Timóteo se converteu ao cristianismo no ano 52 pelo santo Apóstolo Paulo. A Igreja honra o santo como um dos Apóstolos dos Setenta. O apóstolo é comemorado em dois dias: em 4 de janeiro, com a Sinaxe dos Setenta Apóstolos, e em 22 de janeiro.

Vida

Quando os apóstolos Paulo e Barnabé visitaram as cidades da Licaônia, São Paulo curou um aleijado de nascença, e vários habitantes de Listra passaram a crer em Cristo.[1] Entre eles estava o futuro santo Timóteo, sua mãe Eunice e sua vó Loide.[2]

A semente de fé, plantada na alma de São Timóteo pelo Apóstolo Paulo logo gerou o abundante fruto. Timóteo tornou-se discípulo de São Paulo, e mais tarde seu companheiro constante na pregação do Evangelho. Em suas epístolas, o Apóstolo Paulo o chamava de seu filho amado, lembrando-se de sua devoção e fidelidade com gratidão. Ele também escreveu a Timóteo: “Tu te aplicaste a seguir-me de perto na minha doutrina, no meu modo de vida, nos meus planos, na minha fé, na minha paciência, na minha caridade, na minha constância, nas minhas perseguições e nas provações que me sobrevieram”.[3]

O Apóstolo Paulo o nomeou como Bispo de Éfeso, no qual o santo exerceu por quinze anos. Finalmente, quando São Paulo estava na prisão à espera do martírio, ele convocou seu fiel amigo, São Timóteo, para um último adeus.[4]

São Timóteo pôs fim à sua vida com o martírio. Os pagãos de Éfeso celebravam um festival em honra aos seus ídolos, e os carregavam por toda a cidade, acompanhados de ímpias cerimônias e cânticos. São Timóteo, zeloso pela glória de Deus, tentou interromper a procissão e pregar a verdadeira fé em Cristo aos cegos de espírito. Os pagãos caíram com raiva sobre o santo apóstolo: espancaram-no, arrastaram-no pelo chão e, finalmente, o apedrejaram. Fontes ortodoxas são imprecisas quanto ao ano de martírio de São Timóteo, que pode ter ocorrido em 93 ou 97.

Pós-vida

No século IV, as santas relíquias de São Timóteo foram transferidas a Constantinopla e postas na Igreja dos Santos Apóstolos, próximo ao sepulcro de Santo André e São Lucas. Na Igreja Russa, a parte traseira da cruz de um padre geralmente possui as palavras de Paulo a Timóteo: “Torna-te mode­lo para os fiéis, no modo de falar e de viver, na caridade, na fé, na castidade”.[5]

Ligações externas

Referências

  1. Atos 14:6–12
  2. II Timóteo 1:5
  3. II Timóteo 3:10–11
  4. II Timóteo 4:9
  5. I Timóteo 4:12