Alterações

Ir para: navegação, pesquisa

Pantelimão, o Anárgiro

32 bytes adicionados, 03h46min de 30 de julho de 2019
sem resumo de edição
[[Imagem:Panteleimon.jpg|miniatura|direita|São Pantelimão, o Médico.]]
O '''Santo Megalomártir , Anárgiro e Anárgiro Portador da Paixão Pantelimão, o Médico''' (nascido '''Pantaleão'''; em grego: ''Παντελεήμων'', ''Panteleimon'', e ''Παντολέων'', ''Pantoleon''), foi um santo anárgiro da região da Bitínia (atual Turquia). O santo é invocado por soldados, por aqueles empreendidos em guerras espirituais, durante o Mistério da Unção dos Enfermos, na Benção da Água e nas orações ao enfermos. A Igreja o comemora no dia [[27 de julho]].
== Vida ==
Em 26 de julho de c. 305, quando os hieromártires Hermolau, Hermipo e Hermócrates confessaram sua fé no Salvador e foram decapitados, Maximiano ordenou que Pantelimão fosse levado ao circo para ser devorado pelos animais selvagens. Os animais, entretanto, aproximaram-se de Pantelimão e apenas o lamberam. O público gritava “Grande é o Deus dos cristãos!”, o que enfureceu o imperador e o fez decretar que aquele que continuasse a glorificar a Cristo naquela plateia deveria ser morto pela espada, além de que São Pantelimão deveria ser decapitado.
Então, no dia seguinte, os soldados levaram-no ao local da execução e o amarram a uma oliveira. Quando o santo começou a orar, um deles tentou atingi-lo com a espada, mas essa tornou-se mole como cera e não causou nem um arranhão no mártir. Ao fim da oração, uma Alta Voz foi ouvida do céu, chamando São Pantelimão o santo portador da Paixão às Alturas. Os soldados caíram de joelhos perante o mártir e imploraram pelo perdão. Eles se negaram a executá-lo, mas São Pantelimão os advertiu que se não cumprissem a ordem do imperador — que agora tornava-se a vontade de Deus —, não estariam com ele na vida vindoura. Os soldados beijaram-no em lágrimas, e então o decapitaram. Muitos dos presentes naquela execução passaram a crer em Cristo. A oliveira à qual o santo havia sido amarrado encheu-se de frutos.
== Pós-vida ==
7 124
edições

Menu de navegação